Todos os anos a terceira semana do mês de novembro é aguardada pelos amantes do Beaujolais Nouveau espalhados pelo mundo.

Reza a lenda nascida na França no século passado que a partir da meia noite da terceira quinta-feira do mês de novembro se pode comemorar a chegada de uma nova safra, abrindo uma garrafa do vinho da região.

notícia, gourmetice, beaujolais nouveau day, beaujolais nouveau, vinho, dionisia vinhobar, porto alegre, poa, bar

Crédito: Divulgação | #PraCegoVer: Imagem com garrafa vidro marrom escuro com envólucro bordô com texto “DROUHIN” em branco em faixa preta, rótulo com pintura colorida, textos “2018”, “12,5% vol.”, “MIS EN BOUTEILLE PAR”, “JOSEPH DROUHIN, À BEAUNE, FRANCE”, “PRODUIT DE FRANCE” e “750ml” em preto, “Beaujolais Noveau” em magenta em faixa bege claro em fundo branco.

A tradição, que teve início em Lyon, na França, no século passado, hoje acontece em cerca de 190 países, envolvendo uma megaoperação de logística.

Em Porto Alegre, o Dionisia VinhoBar marca a data apresentando a semana Beaujolais Nouveau a partir de quinta, dia 15 e seguindo até sábado, dia 24, sempre a partir das 18h.

E na sexta, dia 16, saca a rolha do Beaujolais Nouveau 2018 de Joseph Drouhin com exclusividade, vinho que será apresentado mundialmente na mesma data: muito saboroso, frutado e macio, feito para ser bebido jovem e ligeiramente resfriado, na companhia de aperitivos, saladas e pratos leves.

A casa terá uma máquina com quatro torneiras de diferentes rótulos de vinhos da região.

O Dionisia VinhoBar fica na Rua Padre Chagas nº 314, no bairro Moinhos de Vento, em Porto Alegre/RS.

Para mais informações e reservas, contate o Dionisia através do Facebook ou do Instagram.

Sobre o Beaujolais Nouveau

O vinho é produzido com uva Gamay plantada nos vinhedos localizados nas apelações Beaujolais e Beaujolais-Villages, na Borgonha.

Variedade da família da Pinot Noir, a Gamay combina acidez elevada com pouco tanino, originando um vinho leve e perfumado.

Na Borgonha, ela é plantada desde o século 14, sendo a única variedade permitida na produção. Em Beaujolais, a colheita deve ser manual, assim como acontece em Champagne.

Fonte: Divulgação