Você já se perguntou o que diferencia uma “pizza brasileira” de uma “vera pizza italiana”?

A Ciao Pizzeria, em Porto Alegre, buscou a resposta na tradicional receita napolitana: a simplicidade. Neste mês, os próprios italianos reconheceram o bom trabalho realizado neste sentido.

A marca gaúcha recebeu o certificado da Associazione Verace Pizza Napoletana (AVPN), de Nápoles (Itália), pela qualidade do seu produto.

O selo estabelece padrões para a pizza napolitana buscando manter a tradição do modo de preparo. Nenhuma pizzaria da região Sul do Brasil tem a distinção. No resto do Brasil, menos de dez estabelecimentos conquistaram tal reconhecimento.

notícia, gourmetice, ciao, pizzeria, napoletana, porto alegre, poa, pizza, pizzaria

Créditos: Ciao Pizzeria Napoletana / Divulgação | #PraCegoVer: Foto com pizza circular com borda de massa bege com marcas de tostado marrom escuro, rodelas de linguiça vermelha, molho vermelho, queijo derretido amarelo claro, folhas verdes em fôrma circular de papel branco com borda canelada sobre bancada branca, logotipo da Ciao Pizzeria em cinza claro.

Para Gabriel Rossi, chef e sócio da Ciao Pizzeria, o selo da Associazione Verace Pizza Napoletana contribuiu para que a tradição se mantenha. Afinal, a pizza se popularizou muito mundo afora.

“É interessante e admirável a preocupação dos napolitanos em preservar sua tradição. O selo, de certa forma, valida as pizzarias que utilizam o conceito de ‘pizza napolitana’. Isso contribuiu para que a tradição sobreviva com qualidade. Nós fizemos uma imersão importante nesta tradição – passamos uma temporada em Napóles, estudamos o preparo da massa e do molho, pesquisamos receitas e combinações, buscamos os melhores fornecedores dos ingredientes originais, desenvolvemos o forno – e receber este reconhecimento é algo muito motivador”, comenta.

Mas o que é a pizza napolitana?

Nápoles, na Itália, é a terra natal da pizza. A receita, criada em 1700, é passada de geração em geração e tem regras bastante claras de como deve ser servida: a pizza tem 30 cm de diâmetro e uma borda de até dois centímetros.

A massa é macia e elástica e passa por um processo de fermentação de, pelo menos, oito horas. O molho é feito com tomate pelado san marzano (o mais cultuado do mundo) e leva também mussarela de búfala de primeira categoria.

Esse modo de fazer pizza, recentemente, entrou para a lista de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade da Unesco, divisão da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura.

Fonte: Divulgação